Não é só no futebol masculino que o Chelsea está a investir com vista à temporada 2020/21. O clube londrino oficializou, terça-feira, a contratação de Pernille Harder, proveniente do Wolfsburgo, naquela que passou a ser a transferência mais cara da história do futebol feminino.

A imprensa inglesa revala que a ponta-de-lança dinamarquesa, de 27 anos, custou ao emblema de Stamford Bridge um valor a rondar os 350 mil euros, soma que representa um novo recorde. O próprio Wolfsburgo confirmou, pela voz do seu diretor-geral, que a transferência envolveu o valor era o mais alto da história.

Eleita Jogara do ano para a UEFA em 2017/18, e considerada uma das melhores futebolistas da atualidade, Pernille diz assim adeus ao Wolfsburgo depois de se ter visto derrotada pelo Lyon no passado domingo na final da Liga dos Campeões feminina, jogada em San Sebastián, na Espanha Em quatro temporadas na formação germânica, a atacante apontou 87 golos em 80 encontros disputados.

No Chelsea, Harder vai agora jogar ao lado da namorada, a defesa sueca Magda Eriksson, de quem já tinha sido colega na Suécia, quando ambas representavam o Linkopings.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.