Morten Boesen, médico da seleção dinamarquesa, confirmou numa conferência de imprensa em que estve ao lado do selecionador da Dinamarca, Kasper Hujlmand, e do diretor para o futebol, Peter Moller, que Christian Eriksen esteve mesmo em paragem cardíaca, tendo o jogador sido reanimado com um desfribilador.

"Christian chegou a estar morto. Tivémos de realizar uma massagem cardíaca e depois reanima-lo, porque ele não respondia. Tudo aconteceu em breves instantes, então eu realmente não sei o que dizer. Houve uma paragem cardíaca e ele foi reanimado com um desfibrilador", afirmou o clínico.

O médico não consegue porém, ainda, confirmar exatamente o que terá sucedido com o jogador. "Não posso dizer exatamente o que aconteceu com ele. Estou em constante diálogo com Christian, a família e ainda não temos respostas finais. O que significa que o jogador está estável? Que ele está acordado, que consegue responder e o coração bate. Não temos explicação para o que aconteceu. Não vi diretamente o que sucedeu", esclareceu.

Morten Boesen confirmou também que já esteve por mais do que uma ocasião à conversa com Eriksen depois do sucedido. "Falámos com o jogador algumas vezes. Ele ainda está estável e, dadas as circunstâncias, está bem. Ele continuará a ser observado e os testes estão normais, ao que parece. O Christian e os jogadores falaram com ele. O Eriksen está de bom humor", garantiu.

Já o selecionador Kasper Hjulmand admitiu que talvez tivesse sido melhor o jogo não ter sido reatado.

"Se calhar devíamos ter entrado no autocarro e vindo embora, veríamos o que aconteceria noutro dia. Mas foi uma decisão dura, difícil. É fácil olhar para trás e falar, mas tenho a sensação de que foi errado. Mas quero dizer que estou extremamente orgulhoso do grupo de jogadores que lidero e que, ontem, o futebol mostrou a cara certa", assinalou o técnico dinamarquês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.