Erling Haaland e o seus representantes vão reunir-se com dirigentes do Borussia Dortmund "nas próximas semanas" para decidir o futuro do prodígio de 21 anos após o final da temporada, escreveu na terça-feira (11) o jornal alemão 'Bild'.

"Nas próximas semanas está previsto um primeiro encontro entre Erling, o seu pai, Alf-Inge, e o seu conselheiro, Mino Raiola. O Borussia quer ter uma visão clara até, no máximo, o fim de fevereiro", diz o jornal, que não antecipou nenhuma data para este encontro.

Segundo a imprensa internacional, o Real Madrid e o Manchester City estão em vantagem para contratar o norueguês, mas Paris Saint-Germain, Chelsea, Barcelona e Bayern de Munique também estarão na luta.

Uma coisa é certa: Haaland não sairá do Dortmund neste mercado de janeiro, algo que os dirigentes do clube sempre defenderam.

"Quem deixaria partir um dos melhores avançados da Europa no inverno, se não for obrigado a tal? O Borussia continua a disputar três competições, a Bundesliga, onde é o segundo na tabela, a Taça da Alemanha e a Liga Europa, e queremos ter a melhor equipa possível", disse na semana passada o diretor do clube, Hans-Joachim Watzke.

Desde que chegou ao Dortmund, em janeiro de 2020, Haaland marcou 76 golos em 80 jogos em todas as competições. Na Liga dos Campeões, com Salzburgo e depois Borussia Dortmund, marcou 23 golos em 21 jogos.

Cristiano Ronaldo, máximo goleador de todos os tempos na Champions, precisou de 61 jogos para marcar 23 golos.

O site especializado 'Transfermarkt' estima o valor de mercado do norueguês em 150 milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.