O Palmeiras, de Abel Ferreira, perdeu na última madrugada diante do América Mineiro (2-1), em jogo da 24.ª jornada do Brasileirão.

No final da partida, o treinador português deixou críticas ao VAR, considerando que este teve "interferência direta" no resultado.

"O VAR chamou o senhor árbitro para os dois penáltis [do América-MG] e devia ter chamado também para a falta sobre o Rony, que estava isolado, cara a cara com o guarda-redes. Eu não sou árbitro, mas é uma pena que o VAR estivesse ocupado a comer pipocas e que não tenha visto o que todos viram. Teve interferência direta", atirou Abel, citado pela imprensa brasileira.

O técnico também visou o árbitro Leandro Vuaden: "O VAR conseguiu ver os penáltis com esse árbitro, que já é a terceira vez que apita um jogo nosso. Nada contra ele, mas desejo que não apite mais nossos jogos. Contra o São Paulo, não viu um penálti sobre o Luiz Adriano, nem o VAR, e hoje não deu vermelho ao jogador que faz falta sobre o Rony. Isso condiciona o resultado."

O Palmeiras, que não vence há três jornadas. ocupa atualmente o terceiro posto, com os mesmos pontos do Flamengo, que é segundo, e a 11 do líder Atlético Mineiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.