Na despedida do Benfica, Tiago Pinto concedeu uma entrevista à BTV e o antigo diretor-geral falou sobre o investimento realizado esta época pelo emblema lisboeta.

“A questão do maior investimento é relativa. O Benfica já tinha contratado Raúl Jiménez, Pizzi, Rafa por valores elevados. Acho que nas últimas épocas procurámos contratar o menos possível com a maior qualidade. Por isso, tenho poucas dúvidas que o tempo vai permitir compreender que o dinheiro foi bem gasto. O Benfica perdeu o campeonato, queria voltar a estar no topo e competir por todas as competições e entendeu-se que para isso era preciso reforçar o investimento. Quando contratamos não é para seis meses, é para vários anos. Não existem dúvidas da qualidade do que o Benfica contratou este ano, independentemente de existir um outro momento em que a equipa não jogava o que se espera. É difícil de entender, mas nem sempre o presente faz jus ao valor da contratação. Mas, se as pessoas pensarem, o capitão da Bélgica, o vice-capitão da Argentina, alguns jovens que já são internacionais, não têm valor para jogar no Benfica? Só cá estão há cinco meses”, começou por explicar o novo dirigente da Roma, sublinhando a confiança no atual plantel de Jesus.

“No final da época passada definimos uma estratégia mais imediata para retirar rendimento desportivo. Tínhamos o grande objetivo de estar na Liga dos Campeões e não conseguimos, a Supertaça e não conseguimos, mas continuo convicto que o Benfica tem qualidade para vencer todas as competições e ir longe na Liga Europa”, concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.