Edgar Pinho, atual presidente do Varzim, clube que foi despromovido à Liga 3 de futebol, foi hoje reeleito para um novo mandato de três anos, vencendo as eleições em que também concorreu o sócio Pedro Costa.

Num sufrágio com 860 votantes, Edgar Pinho, empresário de 67 anos, que liderava a lista A, amealhou 516 votos, correspondentes a 61%, enquanto a lista B de Pedro Costa, um engenheiro de 28 anos, somou 320.

Registaram-se ainda 17 votos em branco e sete nulos.

O reeleito líder do Varzim enalteceu a forma “séria e tranquila como decorreu este processo eleitoral”, prometendo ser “o presidente do todos os varzinistas, ouvindo as propostas feitas pela lista concorrente".

O dirigente lembrou que “o mandato anterior decorreu num clima de adversidade, mas que agora há condições de maior normalidade”, apontando alguns dos objetivos base para a sua vigência nos próximo três anos.

“Recolocar a equipa sénior nos campeonatos profissionais, continuar a consolidação financeira e reforçar do património do clube”, vincou Edgar Pinho, sublinhando que este será o seu último mandato.

O presidente do Varzim já tinha assumido que, caso vencesse as eleições, iria garantir, pessoalmente, o pagamento de uma dívida a curto prazo do clube, que ronda os 500 mil euros, referentes a salários do departamento profissional e do setor da formação, e de outros valores para viabilizar a inscrição da equipa na próxima temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.