O primodivisionário Boavista e a Académica, do segundo escalão, ainda não comprovaram a inexistência de dívidas perante a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que concedeu aos dois clubes 15 dias para demonstrarem a regularidade da sua situação.

Em comunicado publicado hoje no sítio oficial na Internet, a Liga de clubes refere que para as outras 32 sociedades desportivas, duas das quais com equipas B, foi comprovada a "inexistência de dívidas salariais referentes aos meses de maio a agosto".

Só Académica e Boavista ficam de fora desse grupo, sendo notificados para, no prazo de 15 dias, "fazerem demonstração do cumprimento salarial dos referidos meses".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.