A Fundação Mirpuri apresentou esta sexta-feira, na Marina de Cascais, o único barco português que vai participar na próxima e renovada edição da prova de circum-navegação Ocean Race.

Sob o lema ‘Racing for the Planet’, a Fundação Mirpuri, segundo o presidente Paulo Mirpuri, promete competitividade na corrida pelo troféu e assume um papel ativo na luta contra as alterações climáticas e pela sustentabilidade ambiental.

"É por toda esta preocupação com o planeta e com as alterações climatéricas que a Fundação Mirpuri se compromete, uma vez mais, a avançar com uma campanha 100 por cento a favor da sustentabilidade, que irá passar por todo o mundo, iniciando-se no outono de 2021, em Alicante, e terminando no início do verão de 2022", avançou Paulo Mirpuri.

Depois da estreia na última edição, que decorreu entre 2017 e 2018, como principal parceiro de sustentabilidade e como membro fundador da equipa ‘Turn the Tide on Plastic’, é a segunda vez que a Fundação Mirpuri vai participar na regata que se disputa ao longo de oito meses e percorre 45.000 milhas náuticas à volta do mundo, com 12 escalas em seis continentes.

"É altura de corrermos pelo planeta, correr por um mundo melhor e pelo respeito pela vida selvagem, em que o ecossistema é mais importante que um negócio e política. Como equipa é uma corrida que queremos ganhar e como uma Fundação, que se preocupa com o bem-estar do mundo, é uma corrida que não nos podemos dar ao luxo de perder", defendeu o presidente da Fundação.

Já depois de Richard Brisius, responsável máximo pela Ocean Race dar as boas-vindas à equipa portuguesa e à sua "missão de liderar o planeta para um lugar melhor", o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, fez "um reconhecimento à importância que tem para todos poder contar com um barco e uma equipa numa das mais exigentes, competitivas corridas" de vela do mundo.

"É uma honra acrescida para o nosso país haver também uma intenção e uma mensagem que queremos passar a todo o mundo a partir de Portugal e através do trabalho da Fundação Mirpuri. O desporto pode ser um veículo extraordinário de passar uma mensagem e um quadro de valores éticos e princípios essenciais à nossa vida em sociedade", destacou.

Alertando para a necessidade de todos trabalharem “para o ambiente, para esta crise e emergência climática”, João Paulo Rebelo lançou ainda o desafio à Fundação Mirpuri de permitir "às muitas escolas e jovens que possam conhecer, além da competição e da embarcação que orgulhosamente tem a bandeira portuguesa, a mensagem e missão" do barco ‘Racing for the Planet’, batizado nas águas de Cascais pelo pároco Nuno Coelho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.