O tenista alemão Alexander Zverev, segundo cabeça de série, conquistou no sábado o torneio de Acapulco, ao derrotar na final o grego Stefanos Tsitsipas, primeiro, em dois 'sets'.

Para conquistar o seu 14.º título no circuito ATP, Zverev precisou de duas horas e 18 minutos para vencer por 6-4, 7-6 (7-3).

Depois de ter perdido a final de 2019, o alemão levantou o troféu em Acapulco, envergando camisola de seleção mexicana de futebol e um tradicional 'sombrero'.

A contrário do que tem acontecido em grande parte dos torneios desde o início da pandemia de covid-19, o torneio mexicano teve público na final, com cerca de 2100 pessoas a assistirem ao confronto entre Zverev e Tsitsipas.

"Ganhar é bom, mas senti-me mais feliz pela atmosfera, jogar com público, como o ténis deve ser jogado. Senti falta disso no último ano", disse Zverev.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.