O tenista português João Sousa defendeu hoje ter estado "mentalmente a um nível muito alto" na vitória sobre o sérvio Filip Krajinovic, na estreia no Masters 1.000 de Xangai, onde garantiu a qualificação para a segunda ronda.

"Estou muito contente com esta vitória. Acho que foi um encontro com muito bom nível e muito exigente. Penso que, mentalmente, estive a um nível muito alto, sempre a acreditar que podia vencer, depois de um primeiro ‘set' em que ele jogou muito bem e a um grandíssimo nível", constatou o vimaranense.

O número um português e 62.º classificado do ‘ranking' mundial impôs-se a Krajinovic (49.º da hierarquia da ATP) em três ‘sets', por 2-6, 6-4 e 7-6 (7-5), após uma ‘maratona' de duas horas e 20 minutos de encontro.

"No segundo ‘set' consegui elevar o meu nível de jogo, ser um pouco mais agressivo e fazer mais pontos fáceis. Depois, no terceiro ‘set', em que estive por cima, tive três ‘match points'. No ‘tie-break' estive por baixo, consegui mentalmente estar muito estável, sempre a acreditar que podia vencer e essa foi a diferença", esclareceu.

Apesar do triunfo, João Sousa admite que "o encontro podia ter caído para qualquer lado." "Foi um excelente encontro de ténis e estou muito contente com esta vitória frente a um grandíssimo jogador. Agora é recuperar bem e descansar", observou o tenista, que vai defrontar na segunda ronda o vencedor do duelo entre argentino Diego Schwartzman e o canadiano Vasek Pospisil.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.