O tenista português Gonçalo Oliveira foi hoje eliminado na primeira ronda do ATP Challenger 80 de Verona, ao ceder por 6-3 e 6-3, em uma hora e 34 minutos de encontro, diante do italiano Paolo Lorenzi.

A jogar o seu 19.º torneio de categoria Challenger este ano, com duas meias-finais discutidas em Oeiras e no Arizona (Estados Unidos), o atual 299.º classificado do ranking ATP viu o seu serviço quebrado em quatro ocasiões, afrontando só por uma vez o saque do opositor.

Atualmente cotado na 190.ª posição mundial, a experiência dos 39 anos de Lorenzi acabou por ser determinante, permitindo ao terceiro cabeça de série do torneio interromper uma série de 11 derrotas consecutivas, que já durava desde finais de abril deste ano.

Apurado para a segunda ronda, o tenista romano, antigo número 33 mundial, vai agora defrontar nos oitavos de final o croata Nino Serdarusic, vencedor sobre o italiano Filippo Baldi com os parciais de 6-3 e 6-2.

Com o desaire individual em Verona, Gonçalo Oliveira mantém-se em competição na variante de pares, sendo quarto cabeça de série ao lado do suíço Luca Margaroli.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.