A primeira edição das Davis Cup Finals, que vai decorrer de 18 a 24 de novembro na Caja Mágica, em Madrid, contará com a participação de cinco jogadores do ‘top 10’ mundial, entre os quais Djokovic e Nadal.

O número um do ‘ranking' ATP, Novak Djokovic, vai liderar a Sérvia, representada igualmente por Dusan Lajovic, Viktor Troicki, Filip Krajinovic e Janko Tipsarevic, enquanto o esquerdino de Manacor Rafael Nadal, número dois, vai encabeçar a equipa espanhola, constituída ainda por Roberto Bautista Agut, Feliciano Lopez, Pablo Carreño-Busta e Marcel Granollers.

Além de Djokovic, Nadal e Bautista-Agut (10.º ATP), Daniil Medvedev e Karen Khachanov, em representação da Rússia, são os outros dois jogadores do ‘top 10’ a marcar presença na competição, que será disputada por 18 países, divididos, numa primeira fase, em seis grupos de três equipas cada.

O ex-número um Andy Murray também estará presente, ao ser chamado para defender as cores do Reino Unido, nove meses após uma operação à anca e um dia depois da conquista do ATP 250 de Antuérpia, numa final com o suíço Stan Wawrinka.

Entre as maiores ausências, destacam-se o suíço Roger Federer, o austríaco Dominic Thiem e o grego Stefanos Tsitsipas, cujas seleções não se qualificaram, bem como o alemão Alexander Zverev, que se declarou indisponível para jogar o novo formato da prova.

Já o japonês Kei Nishikori, número oito da hierarquia mundial, vai ser submetido na terça-feira a uma cirurgia ao cotovelo direito e, por isso, não volta mais aos ‘courts' na presente temporada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.