O brasileiro Thiago Wild, 114.º classificado do ‘ranking' ATP, revelou hoje que acusou positivo no teste ao novo coronavírus, sendo o primeiro tenista do circuito mundial a contrair a covid-19.

"Acabei por contrair a covid-19. O meu resultado saiu hoje. Há cerca de 10 dias tive alguns sintomas, febre e estive um pouco engripado. Tenho estado em quarentena há uma semana e tenho me sentido bem nos últimos dias", afirmou o tenista, através de um vídeo divulgado na rede social Instagram.

Thiago Wild, que completou 20 anos este mês, deixou ainda um alerta: "Fiquem em casa. Precisam de ter cuidado, porque é uma doença séria, mas que pode ser controlada com a força de todos."

O brasileiro, que há menos de um mês venceu o torneio ATP 250 de Santiago do Chile, é o primeiro tenista do circuito ATP a ser infetado com o novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, que já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 226.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 6.820 mortos em 69.176 casos registados até terça-feira.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, há 43 mortes e 2.995 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista 633 novos casos em relação a terça-feira. Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.