As eleições para o mandato 2020-2024 da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa (FPTM) foram marcadas para 31 de outubro deste ano, anunciou hoje aquele organismo em comunicado.

As eleições, que vão alterar os órgãos sociais ainda antes do fim do ciclo olímpico, fruto do adiamento de Tóquio2020 para 2021 devido à pandemia de covid-19, vão decorrer este ano por escolha de uma "assembleia-geral eleitoral convocada para o efeito".

Em abril, o atual presidente, Pedro Moura, já tinha anunciado à Lusa a AG extraordinária, para decidir sobre o cumprimento dos estatutos (com eleições entre outubro e dezembro) ou em 2021.

O dirigente, no cargo desde 2012, reconheceu, então, que a mudança de órgãos sociais durante o ciclo olímpico pode influenciar a preparação dos quatro atletas de ténis de mesa qualificados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.