O russo Evgeny Rylov, campeão olímpico dos 100 e 200 metros costas em Tóquio2020, foi suspenso por nove meses devido à participação num comício de apoio à invasão da Ucrânia, anunciou hoje a Federação Internacional de Natação (FINA).

A Comissão Disciplinar da FINA explicou que a suspensão de Rylov, de 25 anos, teve início na quarta-feira e está relacionada “com a participação e comportamento [do atleta] num evento realizado no estádio Luzhniki, em Moscovo, em 18 de março”.

Rylov, que também conquistou a medalha de bronze olímpica no Rio2016 e tem vários títulos europeus e mundiais, esteve presente no comício que reuniu 95.000 pessoas no interior do recinto (e perto de 100.000 no exterior), realizado para celebrar o oitavo aniversário da anexação da Crimeia pela Rússia.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A ofensiva militar causou já a fuga de mais de 12 milhões de pessoas, mais de 5 milhões das quais para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU – a pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.