O nadador belga Pieter Timmers, vice-campeão olímpicos dos 100 metros livres nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016, vai deixar a alta competição no final da época, falhando a competição olímpica em Tóquio.

“O adiamento dos Jogos Olímpicos [de Tóquio2020] contraria o meu plano, que estava traçado há alguns anos: dar tudo uma vez mais nos Jogos e depois começar um novo capítulo”, começou por dizer o belga, numa mensagem transmitida pela Federação flamenga.

Timmers, de 32 anos, acabou por se manter firme em relação ao plano traçado, apesar da competição em Tóquio, adiada para o período entre 23 de julho e 08 de agosto devido à pandemia da covid-19, sair do seu programa.

“Por outras palavras, não participarei nos Jogos Olímpicos adiados. É uma pena, mas estou feliz porque quero fazer as minhas próprias escolhas e esta foi uma decisão ponderada”, justificou.

O belga espera ainda poder competir nos Europeus de natação, previstos para agosto, e estar na Liga internacional de natação, no outono.

"A minha despedida só está, por isso, prevista para daqui a sete meses", acrescentou.

A crise sanitária existente e o elevado risco de contágio pararam as competições desportivas em quase todo o mundo, levando também ao adiamento dos Jogos Olímpicos que estavam previstos para o verão.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 145 mil mortos e infetou mais de 2,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 465 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.