Os dois Mercedes foram hoje os carros mais rápidos no primeiro dia de testes de pré-temporada de Fórmula 1, que se realizam em Barcelona, com o britânico Lewis Hamilton a bater toda a concorrência.

O campeão mundial, que fez 94 voltas ao circuito catalão, fez o seu melhor tempo em 1.16,976 minutos, com um composto de pneus mais duro do que aquele que o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) utilizou no seu primeiro dia em 2019, quando rodou em 1.18,161 minutos.

Uma diferença superior a um segundo e com pneus mais duros a mostrar que os Mercedes continuam a ser os carros a bater na nova temporada, a última com as atuais regras, que vigoram desde 2017.

O finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) foi o segundo mais rápido, a 337 milésimos do companheiro de equipa, que, em 2020, pode igualar os sete títulos conquistados pelo alemão Michael Schumacher.

O mexicano Sergio Perez, num Racing Point com motor Mercedes, foi o terceiro mais rápido do dia, a 399 milésimos de Hamilton.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) foi o piloto que mais rodou, tendo efetuado 168 voltas, terminando como o quarto mais rápido do dia, já a mais de meio segundo de Hamilton e apesar de ter sofrido dois piões no final do dia.

A Ferrari fez rodar apenas o monegasco Charles Leclerc, que terminou a jornada em 11.º, com 132 voltas, pois Vettel mostrou-se indisposto.

O monegasco passou o dia a rodar com pneus mais duros e com o depósito cheio de combustível, fatores que se refletiram na tabela de tempos.

Os pilotos voltam à ação na quinta-feira de manhã.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.