Lewis Hamilton admitiu ter sentido dificuldades no circuito de Portimão, onde se realiza o GP Portugal em Fórmula 1, após os dois primeiros treinos livres.

Nos treinos livres de sexta-feira, o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) cotou-se como o mais rápido nas duas sessões, enquanto o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), campeão mundial e líder do campeonato, com 230 pontos, foi apenas oitavo, a 1,368 segundos do seu colega.

"Extremamente desafiante, as ondulações são incríveis, há muitos lugares onde não se consegue ver para onde se está a ir. Na saída da curva oito, ficas a olhar para o céu durante muito tempo. Na 11, não sabes onde estás e, de repente, ela [curva] chega do nada. A superfície é muito lisa e há muita gente a errar, a escorregar e a girar, não foi um dia fácil", afirmou o campeão do mundo e atual líder do mundial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.