A ginasta norte-americana, Melanie Coleman, morreu este domingo, após uma queda acidental durante um treino nas barras assimétricas.

A atleta de 20 anos, que frequentava a Southern Connecticut State University e disputava a segunda divisão da NCAA da liga americana universitária, ainda foi transferida para o hospital local mas não resistiu às lesões na medula espinha provocadas pela queda.

"Isto foi devastador para os seus treinadores e colegas de equipa. [...] Neste momento, os nossos pensamentos e orações estão com a família de Melanie", lamentou Jay Moran, diretor de atletismo da universidade, em declarações à CNN.

Melanie Coleman estudava enfermagem e era também instrutora de ginasta.

É muito raro haver um acidente mortal nas ginástica mas já aconteceu no passado. Em 1988, recorda a CNN, Julissa Gomez, na altura, com 15 anos, ficou paralisada depois de uma queda. Viria a morrer três anos depois.

Todos os anos são registados 100 mil acidentes na ginástica nos EUA, de acordo com a 'University of Pittsburgh Medical Center'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.