Os Estados Unidos asseguraram hoje a conquista pela 27.ª vez a Ryder Cup em golfe, ao assegurarem os 14,5 pontos necessários para derrotar a Europa, numa edição que se está a realizar em Wisconsin.

No percurso de Whistling Straits, com os norte-americanos em vantagem por 14-6, Collin Morikawa empatou com Viktor Hovland e deu o meio ponto necessário para os Estados Unidos vencerem.

Os Estados Unidos entraram para o terceiro e último dia com uma vantagem de 11-5, aumentada com os triunfos de Patrick Cantlay, Scottie Scheffler e Bryson DeChambeau, de pouco servindo o triunfo do norte-irlandês Rory McIlroy.

Já depois do empate de Morikawa e Hovland, Brooks Koepka venceu Paul Casey e aumentou a vantagem norte-americana para 15,5 contra 6,5.

Ainda com seis encontros por terminar, a mais jovem seleção norte-americana de sempre pode bater o recorde 18,5 pontos conseguida pelos norte-americanos em 1981.

Os norte-americanos aumentaram a vantagem no quadro de vitórias, com 27 triunfos, contra 14 dos europeus.

A 31.ª edição da Ryder Cup devia ter-se realizado em 2020, mas foi adiada devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.