O primeiro draft virtual da Liga de Futebol Norte-americano (NFL) foi o mais assistido de todos os tempos, com 55 milhões de telespectadores sintonizados durante o programa que se estendeu por três dias, no passado fim-de-semana.

O draft de 2020 estabeleceu recordes de espectadores, neste tempo de pandemia da COVID-19, que forçou jogadores, treinadores e adeptos a ficarem em casa, depois que os organizadores desistirem de realizar o evento em Las Vegas.

O sorteio foi realizado online com o comissário Roger Goodell a anunciar a eleição a partir do sótão da sua casa, em Nova York.

Segundo as medições, o público aumentou 16 por cento no total, em relação ao draft de 2019, e cada dia do sorteio também estabeleceu um novo recorde da jornada.

A primeira jornada, na quinta-feira, foi a que mais audiência atraiu, com mais de 15,6 milhões de espectadores (37 por cento a mais que em 2019).

"Não podia estar mais orgulhoso dos esforços e da colaboração dos nossos clubes, funcionários da liga e parceiros para conduzir um draft eficiente e compartilhar uma experiência inesquecível com milhões de adeptos durante esses tempos incertos", disse Goodell.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.