Portugal viveu este sábado um dia memorável em Oran, na Argélia, nos Jogos do Mediterrâneo 2022. A delegação lusa conquistou num só dia nada mais, nada menos do que seis medalhas. E quatro delas foram de ouro.

João Coelho e Cátia Azevedo ‘brilharam’ nos 400 metros, na pista, enquanto Camila Rebelo fez soar “A Portuguesa” na piscina nos 200 metros costas, com Leandro Ramos, no lançamento do dardo, a juntar novo primeiro lugar.

Na estrada, a ciclista Daniela Campos conseguiu um segundo lugar que a motiva para os Europeus sub-23 de Anadia, já este mês, e Diogo Ribeiro, que tinha ido ao ouro nos 50 metros costas, foi segundo nos 100 metros da mesma vertente.

Com isto, Portugal é nono no medalheiro e está já próximo das 24 medalhas de Tarragona2018, em que ‘só’ conseguiram três ouros, e com uma missão mais pequena – são 159, abaixo dos 221 em Espanha há quatro anos.

Na Argélia, Portugal tem somado pódios sobretudo no atletismo e na natação, mas o ténis de mesa conseguiu quatro em quatro torneios, singulares, masculinos e femininos, e nas equipas de cada género, e o ciclismo duas.

As boas notícias continuaram no tiro, em que Maria Inês Barros dominou a qualificação no fosso olímpico, com o melhor registo do dia, enquanto no tiro, com pistola de ar comprimido, Joana Castelão foi sétima na final.

Ainda na piscina, Tamila Holub nadou os 800 metros livres longe do que consegue fazer, no quinto lugar, Ana Rodrigues foi sexta nos 100 metros bruços, Francisca Martins sétima nos 200 livres, com Alexis Santos (nono) e Francisco Quintas (13.º) sem finais nos 50 bruços.

Na final dos 50 mariposa, Ana Guedes foi sexta e Mariana Cunha oitava.

No ciclismo, e além do 13.º de Vera Vilaça e 14.º de Beatriz Roxo, no mesmo grupo em que chegou Daniela Campos, Luís Gomes foi 19.º na corrida masculina, marcada por um corte e uma queda, com Rafael Reis em 27.º, Fábio Costa em 46.º, Fábio Fernandes em 49.º e Francisco Campos em 51.º.

O andebol feminino seguiu para as meias-finais ao vencer a Macedónia do Norte (19-17), garantindo a disputa por medalhas.

Por outro lado, dupla eliminação com a Turquia no basquetebol 3x3 sub-23, nos quartos de final, com os masculinos a perderem 18-14 e as femininas 13-10.

Longe das medalhas no atletismo, mas perto do pódio, ficou Patrícia Silva, quarta nos 800 metros, e Evelise Veiga, bronze no salto em comprimento, em sexto no triplo.

Hoje, entram em ação vários atletas no atletismo, com Lorène Bazolo e Rosalina Santos nos 200 metros, José Carlos Pinto nos 800 metros e Mariana Machado, ausente dos 5.000, presente nos 1.500 metros, entre outros.

Na natação, Camila Rebelo volta nos 50 metros costas, com Rafaela Azevedo, João Costa e Alexis Santos nadam a mesma prova, Ana Rodrigues e Francisca Martins competem nos 100 livres e Gabriel Lopes e Alexis Santos os 200 estilos, estando ainda programada as estafetas 4x200 metros livres, em ambos os géneros.

No tiro com armas de caça, Ana Rita Rodrigues, Maria Inês Barros, o olímpico João Paulo Azevedo e José Bruno Faria também lutam por medalhas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.