O judoca Jorge Fonseca, campeão mundial de -100 kg, teve um segundo “teste positivo” à covid-19, efetuado na terça-feira e cujo resultado foi hoje conhecido, revelou à Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Judo (FPJ).

O judoca, o primeiro português a conquistar um título mundial na modalidade, no último ano, em Tóquio, tinha sido um de dois casos positivos detetados na última semana na seleção, quando esta se preparava para um estágio alargado em Coimbra.

Além de Jorge Fonseca, também Wilsa Gomes, que compete nos -57 kg acusou o novo coronavírus, e os dois não entraram no estágio e seguiram para quarentena, tendo sido testados uma semana depois, na terça-feira, com confirmação do anterior resultado.

De resto, todos os judocas testados na última semana e novamente nesta tiveram resultados negativos.

Na ocasião, o campeão mundial ficou surpreendido e triste com o diagnóstico e a impossibilidade de iniciar a preparação, mas com a convicção em voltar aos ‘tatamis’ e manter as metas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para 2021.

“Continuo absolutamente determinado e focado nos meus objetivos desportivos, designadamente na minha participação nos próximos Jogos Olímpicos de Tóquio que, estou certo, não sairá prejudicada por este percalço”, disse.

As seleções de judo, que na última semana estagiaram de quarta-feira a sábado, voltam a repetir esta semana a ‘fórmula’ em Coimbra, com nova concentração das equipas federativas e judocas.

Em 06 de julho, como ficou definido na última semana, Jorge Fonseca e Wilsa Gomes serão uma vez mais testados à covid-19.

O recomeço das provas de judo deverá acontecer em setembro, mês para o qual está calendarizado o Grande Prémio de Zagreb (18 e 20) e o Campeonato Nacional (26 e 27), enquanto os Europeus de Praga, que deveriam ter-se disputado em maio, foram adiados para o período entre 08 e 10 de novembro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.