Os jogos dos campeonatos masculinos e femininos de hóquei em patins passam a ter como lotação máxima no estádio um limite de 1.000 pessoas, entre espetadores e intervenientes, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Patinagem (FPP).

Devido ao surto de Covid-19, a FPP decidiu tomar “medidas preventivas” que terão “implementação imediata”, garantem em comunicado, limitando para já a lotação dos pavilhões a 50% da capacidade máxima, até um total de 1.000 pessoas, o que inclui atletas, técnicos, representantes federativos, direções e órgãos sociais, forças de segurança, equipas de limpeza, jornalistas e público.

As crianças estão igualmente impedidas de acompanhar atletas na entrada nos ringues.

Devido a quarentena preventiva foram ainda adiados um total de cinco jogos, um deles o Sporting-Carvalhos, do nacional feminino, mas também provas da II e III divisões: Valongo B-Académica Coimbra e Cambra-Juventude Pacense, da II/Norte, União Paredes-Marco, da III/Norte, e Alenquer B-Boliqueime, da III/Sul.

Nos escalões de formação todas as atividades estão suspensas até 30 de abril, dos campeonatos nacionais de sub-13 a sub-19 aos inter-regionais, adiados para 10 a 13 de junho em Bragança, mas também concentrações de treino e observação, entre outras.

No ‘skate’, na patinagem de velocidade e artística, estão suspensas até 30 de abril as principais atividades, com a Portugal International Cup de patinagem artística, marcada para 04 a 10 de maio, pendente de indicações da federação internacional.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.000 mortos.

Cerca de 114 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 63 mil recuperaram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.