O futsal foi hoje a primeira das cinco principais modalidades de pavilhão a ver a temporada 2019/20 cancelada, devido à pandemia da covid-19, ficando por atribuir o campeão nacional e o vencedor da Taça de Portugal.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu “dar por concluídas as provas nacionais não-profissionais” sob a sua égide, o que não permite a conclusão das duas provas de futsal que ainda se estavam a disputar.

No campeonato nacional, e decorridas 20 de 26 jornadas, o Sporting liderava com mais dois pontos do que o Benfica (55 contra 53), com os Leões de Porto Salvo num ‘distante’ terceiro posto, em igualdade pontual (34) com o Módicos, quarto.

Quinta dos Lombos, Futsal Azeméis, Sporting de Braga e Fundão também estavam em posição de ‘play-off’.

Além da Liga, também é cancelada a Taça de Portugal, prova em que, nos quartos de final, os ‘leões’ tinham eliminado o Benfica (5-3). Nas ‘meias’, defrontariam os Leões de Porto Salvo e o Sporting de Braga encontrava o Portimonense.

Na época 2019/20, concluíram-se duas provas, com o Sporting a arrebatar a Supertaça, com um 6-2 ao Benfica, em 30 de agosto, em Torres Novas, e os ‘encarnados’ a Taça da Liga, ao baterem os ‘verdes e brancos’ por 5-4, em 12 de janeiro, em Matosinhos.

A FPF anunciou também que indicará posteriormente “os representantes de Portugal na Liga dos Campeões” de 2020/21.

Nas outras principais modalidades de pavilhão, as respetivas federações suspenderam as provas, mas ainda nenhuma foi cancelada, continuando, porém, sem data para o regresso.

O FC Porto comanda no andebol, o Sporting no basquetebol e o Benfica no hóquei em patins e no voleibol, mas, como no futsal, os campeonatos poderão fechar sem campeões.

O andebol está suspenso “por tempo indeterminado”, o basquetebol “até data a indicar”, o hóquei em patins “até nova informação” e o voleibol, mais concreto, até 31 de agosto, o que pode interferir com a temporada 2020/21.

As equipas de andebol de FC Porto e Benfica, de hóquei em patins de FC Porto, Benfica, Oliveirense, HC Braga e Óquei de Barcelos e de voleibol do Sporting viram também serem adiados ‘sine die’ os seus sonhos europeus.

No andebol, e numa época de intenso brilho luso, com o sexto lugar de Portugal no Europeu de 2020, o FC Porto tem sido implacável no campeonato interno, tendo vencido a primeira fase com apenas um empate cedido, em 26 jogos.

Ainda assim, os ‘dragões’ partem para a fase final, no grupo dos seis melhores que disputam o título, apenas com mais um ponto do que o Sporting (38 contra 39 – a metade de 75 e 77), que só perdeu pontos com os portistas (29-29 fora e 23-27 em casa).

Por disputar, está ainda a Taça de Portugal, que ‘parou’ nos quartos de final, com os três ‘grandes’ na corrida, numa temporada que começou em 25 de agosto, com o triunfo dos ‘azuis e brancos’ na Supertaça, face ao Águas Santas, por 28-22, em Lamego.

Em relação à Europa, o FC Porto preparava-se para disputar os oitavos de final da Liga dos Campeões, face aos dinamarqueses do Aalborg, enquanto o Benfica, líder invicto do Grupo A, estava muito perto dos ‘quartos’ da Taça EHF.

No basquetebol, ‘manda’ o regressado Sporting, que só perdeu um jogo na fase regular do campeonato, no reduto do Benfica (85-79), que, por seu lado, apenas cedeu em Alvalade (81-75) e na casa do FC Porto (87-79), o terceiro classificado.

A prova foi interrompida após 22 de 26 jornadas, faltando ainda os ‘play-offs’, para os oito primeiros classificados. A ‘final 4’ da Taça de Portugal deveria ter-se jogado em 21 e 22 de março, com um FC Porto-Benfica e um Sporting-Vitória de Guimarães.

No arranque da temporada, o FC Porto venceu a Oliveirense na Supertaça, em Vila Real, e, já em janeiro, a formação de Oliveira de Azeméis deu mais um ‘safanão’ no monopólio dos ‘grandes’, que superou, em Sines, na Taça Hugo dos Santos – bateu o Sporting nas meias-finais e o Benfica, que superara o FC Porto, na final.

Ao contrário das restantes modalidades, o hóquei em patins, e à imagem do futebol, não tem ‘play-offs’, e o campeonato segue na 19.ª ronda, de 26, com o Benfica a liderar (49 pontos), seguido de Sporting (46), Oliveirense (44) e FC Porto (42).

O título está, assim, muito longe de estar entregue, até porque, nas últimas sete jornadas, os ‘encarnados’ ainda defrontam as três equipas que o perseguem.

A Taça de Portugal está nos oitavos de final, que se deveriam ter jogado a 28 de março, ainda com os três ‘grandes’, enquanto o primeiro troféu disputou foi para o museu do FC Porto, que bateu a Oliveirense por 6-4, em 05 de outubro, em Coimbra.

FC Porto, Benfica e Oliveirense estão já apurados para os ‘quartos’ da Liga Europeia, após cinco das seis rondas da fase de grupos, que já ‘vitimou’ o Sporting, e o HC Braga e o Óquei Barcelos seguem em vantagem nessa fase da Taça da Europa.

No que respeita ao voleibol, os ‘encarnados’ estão a dominar totalmente a época, pois venceram a Supertaça (3-0 ao Fonte Bastardo), ganharam os 24 jogos no campeonato – faltam duas rondas e os ‘play-offs’, para os quatro primeiros – e os dois na Taça.

A temporada está já suspensa até 31 de agosto - uma data que, normalmente, já pertence ao calendário de 2020/21 -, o que engloba também a Taça de Portugal, cuja ‘final 4’, com Benfica e Sporting, deveria ter-se disputado em 21 e 22 de março, em Gondomar. Os ‘leões’ também estão nas ‘meias’ da Taça Challenge.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.