O ciclista espanhol Alberto Contador (Tinkoff), que abandonou hoje a Volta a França no decurso da nona etapa da 103.ª edição, revelou que se sentia febril e que, por isso, não conseguiu continuar.

“Não podia continuar. Esta manhã, sentia-me febril, não me sentia mesmo nada bem e isso levou-me a tomar a decisão [de abandonar]”, contou o vencedor da Volta a França em 2007 e 2009, que ainda tentou atacar no início da tirada.

Contador, que sofreu quedas nas duas primeiras etapas, descaiu várias vezes ao carro da equipa ao longo dos 184,5 quilómetros entre Vielha val d’Aran (Espanha) e Arcalís, Andorra, acabando por desistir a cerca de 100 quilómetros da meta.

“Tenho de fazer exames para perceber exatamente o que tenho e pensar no futuro”, concluiu.

Com um ar conformado, o espanhol, que já estava a 3.12 minutos do camisola amarela Chris Froome (Sky), disse adeus para as câmaras, enquanto entrava para o carro da Tinkoff.

Esta é a segunda vez que o bicampeão do Tour desiste, já que também em 2014 foi forçado a abandonar, devido a uma queda na décima etapa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.