O ciclista colombiano Egan Bernal (Ineos) deu hoje uma mostra de poder, ao vencer isolado, em alta montanha, a terceira e mais emblemática etapa da Route d'Occitanie, em França, conquistando a liderança.

O vencedor da Volta a França em 2019, que de 29 de agosto a 20 de setembro vai defender o cetro, comandou a subida ao Col de Beyrède, no qual se impôs, depois de já ter passado por outras contagens de primeira categoria, o Porto de Balès e o de Peyresoude.

Os 163,5 quilómetros entre Saint-Gaudens e o Col de Beyrède foram cumpridos pelo atleta de 23 anos em 4:36.44 horas, batendo dois russos, o colega de equipa Pavel Sivakov, por 10 segundos, e Aleksander Vlasov (Astana), por 17.

Bernal lidera agora com 14 segundos de avanço para Sivakov e 23 para Vlasov, com o gaulês Thibaut Pinot (Groupama - FDJ) a ser o melhor dos anfitriões, quarto, a 41 segundos.

O ciclista português José Gonçalves (Nippo Delko One Provence) foi 60.º, a 12.32 minutos, descendo 17 posições, para 54.º, a 12.42 do líder.

A competição termina na terça-feira, com os ciclistas a terem de perfazer 195 quilómetros entre Lectoure e Rocamadour, sem dificuldades especiais de montanha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.