Sem querer entrar em polémicas, Lance Armstrong que se viu despojado de 7 títulos no Tour por doping reconheceu que Alberto Contador ganhou o Tour de 2009 porque "foi o mais forte."

Em 2009, Armstrong chegou à equipa da Astana depois de três anos sem competir e estalou na altura a polémica sobre quem seria o verdadeiro líder da equipa. O norte-americano comentou agora as declarações de Contador que disse que a formação liderada pelo belga Johan Bruyneel não protegeu como líder em relação ao Armstrong.

"No Tour [de 2009] ganhou o melhor e esse melhor não fui eu", respondeu nas redes sociais quando questionado sobre a sua rivalidade com Contador.

"Houve uma pequena revolução no mundo do ciclismo sobre uma entrevista recente de Alberto Contador e pediram-me para comentar. Mas digo apenas que o melhor homem ganhou em 2009."

O norte-americano também não quis comentar as declarações do espanhol que fez várias acusações ao dizer que no contra-relógio, de forma a competir em igualdade de circunstâncias com Armstrong teve que comprar rodas.

Bruyneel também veio a público desmentir as afirmações de Contador, recusando a ideia de que a equipa tinha intenções de o prejudicar

"Havia material para todos. Prejudicar Contador? Parece-me ser paranóia, Como é que alguém poderia fazer algo contra a sua bicicleta? Talvez se sentisse isolado, mas foi que se colocou nessa situação."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.