O antigo pugilista Evander Holyfield, cinco vezes campeão mundial de pesos pesados, vai regressar em combates de beneficência, informou o próprio, com o público a pedir que lute com Mike Tyson.

“O campeão está de volta. Quero anunciar que vou regressar aos ringues. Estou a treinar para promover uma campanha de solidariedade que me é querida. A nossa campanha, Unidos pela nossa luta (Unite4OurFight), pretende preencher o vazio que a pandemia criou no acesso dos jovens a ferramentas de que necessitam para um desenvolvimento emocional e pedagógico”, escreveu o antigo pugilista na rede Instagram.

Holyfield, de 57 anos, conta com vários títulos mundiais, mas um dos seus combates mais mediáticos aconteceu na segunda vez em que lutou com Mike Tyson, em 1997, com este a ser desqualificado depois de lhe arrancar com os dentes parte de uma orelha.

Esse foi o segundo combate entre os dois pugilistas norte-americanos, no qual Tyson tentava desforrar a derrota de 1996, quando Evander Holyfield venceu em Las Vegas o título mundial por KO, no oitavo de 12 ‘rounds’.

Tyson, de 53 anos, que chegou a perder, e depois recuperou, a licença de pugilista no Nevada devido ao incidente da orelha, mostrou que continua a treinar e recebeu uma proposta de um milhão de dólares (cerca de 920.000 euros) para um combate de solidariedade na Austrália.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.