O treinador Jerry Sloan, que conduziu a equipa dos Utah Jazz as duas finais da NBA (Liga norte-americana de basquetebol), em 1997 e 1998, morreu hoje aos 78 anos, vítima de doenças prolongadas.

Segundo revelou a equipa de Utah, Sloan morreu devido a complicações da doença de Parkinson e demência do corpo de Lewy, problemas que se arrastavam há vários anos.

"Foi uma honra e um privilégio ter um dos maiores e mais respeitados treinadores da história da NBA a treinar a nossa equipa. Ele deixou um legado duradouro na nossa família. O impacto de longo alcance da sua vida tocou na nossa cidade, no estado e no mundo, além de inúmeros jogadores, funcionários e fãs", escreveu o clube, em comunicado.

Sloan passou 23 temporadas no comando dos Jazz, tendo orientado jogadores míticos como John Stockton e Karl Malone, e venceu um total de 1.221 jogos ao longo da sua carreira, o quarto melhor registo da história da NBA, apenas superado por Lenny Wilkens, Don Nelson e Gregg Popovich. Em 2009, viria a entrar no ‘Hall of Fame’ (corredor da fama).

O técnico norte-americano, natural de Illinois, levou a formação de Utah as duas finais da NBA por dois anos consecutivos (1997 e 1998), mas ambas foram perdidas para uma equipa que representou enquanto jogador e treinador, os Chicago Bulls, de Michael Jordan, Scottie Pippen ou Dennis Rodman.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.