Larry Nance Jr, jogador dos Cleveland Cavaliers, reconheceu que está "assustado" pela possibilidade de ter que voltar a jogar durante a pandemia de coronavírus, isto porque o seu sistema imunológico está enfraquecido devido à doença de Crohn.

O ex-jogador do Los Angeles Lakers espera que a NBA tenha em consideração os riscos para a saúde perante a ameaça do vírus.

"Espero que haja um entendimento (da NBA) caso alguém não se sinta confortável em voltar, que possa pedir dispensa", referiu Nance em entrevista à ESPN eesta segunda-feira.

A NBA está suspensa desde 12 de março devido à pandemia da COVID-19 e, desde então, os responsáveis ainda analisam a possibilidade da competição poder ser retomada.

Já foram autorizados os treinos individuais sob rigorosas medidas de segurança. A equipa dos Cavaliers foi um dos únicos clubes a abrir as portas para que os jogadores se possam treinar e Nance foi um deles.

O tratamento seguido por Nance para combater a doença de Crohn permite-lhe jogar basquetebol profissionalmente, mas enfraquece o sistema imunológico e o torna mais vulnerável a um possível contágio pelo novo coronavírus.

Nance admitiu que sentiu medo quando descobriu que o pivô dos Utah, Rudy Golbert, tinha testado positivo para coronavírus.

"Somos jovens e estamos em forma. Podemos pensar que o vírus não nos atinge da mesma maneira, mas nunca sabemos. Ainda estou com medo e não quero ser infetado".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.