Sem a oposição do seu 'eterno rival' Benfica, o Sporting comanda destacadamente o Nacional de Clubes de atletismo em pista coberta, no final da primeira jornada da competição que está a decorrer em Pombal.

A nível individual, a grande figura foi Auriol Dongmo, recente campeã europeia em pista coberta no peso, que voltou à competição com a excelente marca de 19,20 metros, que deverá dar o máximo dos pontos em jogo às 'leoas'.

As contas finais e a atribuição dos títulos só vai acontecer a 28 de março, quando as 15 equipas em luta finalizarem a competição. O formato excecional adotado este ano, ditado pela pandemia de covid-19, não inclui fase de apuramento e fase final com os oito melhores, mas sim uma fase única, com os primeiros 16 do ano passado.

O grande destaque nos dias que antecederam estes campeonatos acabou por ser a desistência do Benfica, por discordar dos protocolos de testagem adotados pela Federação Portuguesa de Atletismo, o que deixa o caminho totalmente 'tranquilo' para o Sporting.

Atendendo a que as cinco melhores equipas estão em ação neste fim de semana, os pontos que se projetam para o clube 'verde e branco' indicam que vai manter o título em femininos e reconquistar ao Benfica a liderança masculina.

Em femininos, o Sporting tem 93 pontos, contra 79,5 do Sporting de Braga e 77 do Fátima. Mais atrás na classificação estão Jardim da Serra, com 76, Juventude Vidigalense, com 75, Água de Pena, com 71, Grecas, com 66, e Eirense, com 62,5.

A liderança masculina dos 'leões' segue com 87,5. Seguem-se Sporting de Braga (72,5), Juventude Vidigalense (70) Seia (68,5), Casa do Benfica de Faro (65,5), Grecas (63), Jardim da Serra (59,5), Água de Pena (57,5) e Estreito (15).

A classificação atual apenas reflete as marcas dos clubes que hoje competiram, sendo que o Estreito somente teve um atleta em ação, Pedro Buaró, vencedor do salto com vara. Os outros competem dentro de duas semanas.

A nível individual, o Sporting foi no setor feminino o primeiro no peso, com Auriol Dongmo, mas também na altura (Anabela Neto), vara (Marta Onofre) e 400 metros (Cátia Azevedo).

Escaparam ao domínio 'verde' os 3.000 metros marcha (Vitória Oliveira, do Sporting de Braga) e os 1.500 metros (Joana Soares, do Jardim da Serra).

Os vencedores do Sporting no setor masculino foram Tiago Pereira (altura), João Vieira (5.000 metros marcha), Nuno Pereira (1.500 metros) e Daniel Santiago (peso).

Também triunfaram na jornada Pedro Buaró (Estreito, vara) e Ericsson Tavares (400 metros, Seia).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.