A atleta do Sporting Patrícia Mamona foi terceira classificada na prova do triplo-salto do 'meeting' de Madrid, na qual a venezuelana Yulimar Rojas bateu o recorde mundial de pista coberta.

Rojas saltou 15,43 metros, marca superior ao seu próprio recorde absoluto, e ficou a apenas sete centímetros do recorde do mundo absoluto (15,50), que pertence desde 1995 à ucraniana Inessa Kravets.

Patrícia Mamona fez a terceira marca na prova, com 14,28 metros, enquanto a outra portuguesa presente, Susana Costa (Academia Fernanda Ribeiro), foi quinta classificada (13,85).

Também em bom plano esteve a sportinguista Cátia Azevedo, que foi quinta nos 400 metros, com um recorde pessoal em pista coberta de 53,10 segundos.

Igualmente recorde pessoal para Mariana Machado (Sporting de Braga) nos 1.500 metros, com 4.12,52 minutos (nona na prova), a menos de um segundo do recorde nacional sub-23.

Dos restantes portugueses em prova, Francisco Belo (Benfica) foi sétimo no lançamento do peso, com 19,90 metros, em prova ganha pelo croata Filip Mihaljevic, com 21,74, Yazaldes Nascimento (Sporting) foi sexto na eliminatória dos 60 metros, com 6,76 segundos, e Nélson Évora (Sporting) fez três saltos nulos no triplo-salto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.