A Agência Mundial de Antidopagem (AMA) anunciou hoje que uma delegação visita na segunda-feira o laboratório de Moscovo para recuperar dados dos testes de doping realizados entre 2011 e 2015, divulgou na página oficial.

"Espera-se que a extração de dados leve três dias. Os dados brutos são a peça que falta do quebra-cabeça que irá completar a duplicação do banco de dados já possuídos pela AMA e contribuirá para a conclusão dos inquéritos", revelou em comunicado o diretor-geral da agência mundial, o suíço Olivier Niggli.

A AMA tinha levantado em 20 de setembro a suspensão da agência nacional antidoping da Rússia (Rusada), exigindo o acesso aos dados até 31 de dezembro.

O acesso ao laboratório de Moscovo foi selado, no âmbito de uma suspensão motivada pela descoberta de um esquema generalizado de doping entre 2011 e 2015, com conhecimento e apoio estatal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.