A Confederação Africana de Andebol (CAHB) já garantiu a presença da seleção cabo-verdiana de andebol sénior masculina no Campeonato Africano das Nações (CAN’2020), a ser disputado na Tunísia.

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Andebol (FCA), Nelson Martins, considerou esta qualificação automática como o prémio “da excelência das relações” entre as duas organizações, afirmando que a federação nacional já está a lançar uma ofensiva financeira para reunir as condições necessárias para estar nesta montra africana.

Para Martins, esta vai ser uma presença inédita, pelo que tudo deverá ser feita para que a seleção nacional possa estar representada no CAN’2020, afirmando que Cabo Verde conta actualmente com um leque de “grandes andebolistas”, que poderão estar à altura das exigências de uma prova desta envergadura.

A FCA almeja preparar uma seleção capaz de representar o país “de forma condigna”, mostrando desde já ciente de que, pelo nível dos jogadores, na sua grande maioria a actuar no estrangeiro, em competições “bastante exigentes”, o país terá de ter um “seleccionador capacitado” que adeqúe aos requisitos da prova e dos jogadores.

De momento, segundo a mesma fonte, contactos estão sendo envidados pela direcção da Federação Cabo-verdiana de Andebol, na procura de técnicos com este perfil para esta estreia de Cabo Verde no CAN da modalidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.