O novo centro aquático que será usado nos Jogos Olímpicos Tóquio2020 foi hoje inaugurado, oito meses depois de estar concluído, e está pronto as receber as competições a partir do dia 23 de julho de 2021.

Com capacidade para 15 mil espetadores, as novas instalações estão localizadas em frente à baía de Tóquio e vão acolher as provas de natação, saltos para a água e natação artística, sendo um dos espaços construídos especialmente para receber os Jogos Olímpicos, que foram adiados para 2021 devido à pandemia de covid-19.

A cerimónia de inauguração contou com a presença da governadora de Tóquio, Yuriko Koike, e da ministra para os Jogos Olímpicos, Seiko Hashimoto, num dia em que atletas japoneses efetuaram algumas provas de demonstração.

As obras do novo evento aquático ficaram concluídos em fevereiro e a ideia inicial era inaugurar o espaço em março, mas devido ao adiamento de Tóquio2020 para 2021, apenas hoje foi efetuada a cerimónia.

“Acreditamos que vamos conseguir derrotar o novo coronavírus e conseguir o êxito dos Jogos Olímpicos”, afirmou a governadora Yuriko Koike.

O novo centro aquático envolveu um investimento de cerca de 456 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.