O presidente da Liga Europeia de Natação (LEN), o italiano Paolo Barelli, afirmou hoje que o Comité Olímpico Internacional (COI) tem de tomar rapidamente uma decisão sobre a realização dos Jogos do Tóquio2020, devido à pandemia da Covid-19.

“Quanto mais cedo o COI decidir, melhor. Caso contrário, serão as federações e os atletas nacionais que decidirão. Muitos atletas italianos estão sem treinar há três semanas", disse Paolo Barelli, em declarações divulgados pela federação italiana de natação.

O dirigente italiano, que é também vice-presidente da Federação Internacional de Natação (FINA), lembrou que atletas de outros países tão a passar exatamente pela mesma situação.

“Os norte-americanos não treinam há alguns dias e a federação dos Estados Unidos pede o adiamento. O mesmo acontece em França”, referiu.

No domingo, o COI avançou vai deliberar num período de quatro semanas sobre a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, com o adiamento na agenda, mas não o cancelamento.

Entretanto, o World Athletics já se mostrou a favor do adiamento dos Jogos, enquanto o Canadá anunciou que não vai enviar atletas à competição, se a situação se mantiver inalterada.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio2020 estão agendados para decorrer entre 24 de julho e 09 de agosto.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 324 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 14.300 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, há 14 mortes e 1.600 infeções confirmadas. O país está em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.