Há quem diga que os gatos têm sete vidas, Erwin Tumiri tem pelo menos mais de duas. Foi um dos sobreviventes do acidente de avião onde seguia a equipa do Chapecoense, tendo sofrido apenas algumas escoriações.

Desta feita, o técnico de voo voltou a escapar à morte após um acidente de viação que envolveu um autocarro que caiu de uma altura de mais de 150 metros. O acidente acabou por tirar a vida a 21 pessoas.

Em declarações à imprensa, Lucía Tumiri confirmou que o irmão estava bem: "Está estável, graças a Deus, salvou-se mais uma vez. Falei com ele e ele disse-me que estava bem", referiu.

Recorde-se que o avião que transportava a equipa de futebol do Chapecoense fez 71 vítimas mortais e Erwin Tumiri foi um dos seis sobreviventes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.