A Confederação do Desporto de Portugal (CDP) reclama “maior atenção” do governo para o setor, entendendo que o reconhecimento do seu trabalho deveria ficar expresso nos próximos orçamentos do Estado.

“O desporto merece mais atenção por parte do governo, sendo necessário tomar outras ações por forma a que as verbas a disponibilizar nos próximos orçamentos de Estado sejam reforçadas no reconhecimento do trabalho realizado diariamente pelas diversas entidades desportivas”, vinca o organismo.

Esta foi uma das conclusões da assembleia geral, que decorreu no Jamor e na qual o plano de atividades e orçamento da CDP para 2022 foi aprovado “por unanimidade”.

Entre as principais iniciativas para o próximo ano, destaca-se a realização da 25.ª Gala do Desporto, do Congresso do Desporto, o trabalho da Comissão Jovem e ainda a Rede Colaborativa do Desporto.

Da assembleia geral saiu ainda a convicção de que “é urgente a aprovação do estatuto do dirigente desportivo”, bem como a implementação de um conjunto de “medidas que salvaguardem o desporto a nível nacional, sobretudo ao nível de formação”.

“As federações defendem que são necessárias mais ações para que o desporto ganhe o lugar que merece e para qual trabalha todos os dias”, conclui a CDP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.