O treinador do Coimbrões considerou que o jogo da Taça de Portugal de futebol, deste sábado, frente ao FC Porto, será "um duelo entre David e Golias", mas acredita que a sua equipa "vai dar uma grande resposta".

Pedro Alves, que desde o início da época orienta a formação de Vila Nova de Gaia, que milita na série B do Campeonato de Portugal, reconhece que as possibilidades da sua equipa seguir em frente na competição "são reduzidas", mas aponta que tal não pode inibir o Coimbrões de mostrar "qualidade".

"Vamos defrontar um 'gigante' do futebol português, mas iremos lutar cada lance como se fosse o último e tentar retardar ao máximo o poderio do FC Porto. Quando tivermos a posse de bola temos de revelar um bom aproveitamento e mostrar a nossa qualidade", antecipou o treinador, de 41 anos.

Pedro Alves admitiu que desde que o grupo soube o desfecho do sorteio desta terceira eliminatória da Taça de Portugal, "está desejoso que chegue o dia do jogo", garantindo que, nesta semana, "não é preciso fazer um trabalho motivacional".

"É uma satisfação preparar um jogo contra um adversário da dimensão do FC Porto. Só nos faz crescer. Sabemos que é duelo de David contra Golias, mas queremos desfrutar e dar uma grande resposta", disse o treinador do Coimbrões.

Por razões operacionais, a partida com o FC Porto não será disputada no Estádio Parque Silva Matos, em Coimbrões, mas na freguesia vizinha de Pedroso, no Estádio Municipal Jorge Sampaio, algo que Pedro Alves reconhece retirar alguma vantagem à sua equipa.

"Pela envolvência e ambiente que temos no nosso estádio, e por termos um piso [sintético] a que o FC Porto não está habituado, aumentávamos a possibilidade de discutir a eliminatória se jogassem em nossa casa. Mas não é com isso que iremos fugir à responsabilidade", disse o treinador.

A ideia foi partilhada pelo sub-capitão de equipa, Mário Pereira, que também preferia jogar no habitual recinto do Coimbrões, embora acreditando que o apoio dos adeptos não vai faltar.

"Queríamos que o jogo fosse aqui no nosso campo, onde a mística é outra, mas os nossos adeptos vão certamente acompanhar-nos e vão-nos fazer sentir em casa", disse o médio.

Mário Pereira falou de um jogo "para desfrutar", mas garantiu que tal não retira a ambição do grupo em tentar "surpreender" o FC Porto.

"Uma boa eliminatória seria vencer, sabendo que, para isso, terá de haver uma grande superação da nossa parte e também o fator sorte. Vamos desfrutar, dar o máximo e valorizar o individual, o coletivo e o clube", vincou o sub-capitão da formação gaiense.

A partida entre o Coimbrões e o FC Porto, da terceira eliminatória da Taça de Portugal, está agendada para sábado, às 18:45, no Estádio Municipal Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.