O Sporting está nas meias-finais da Taça de Portugal após golear o Leça por 4-0. Bruno Tabata foi o herói do jogo em Paços de Ferreira, casa emprestada da equipa do Campeonato de Portugal: marcou dois golos e fez uma assistência para Matheus Nunes, com Nuno Santos a fechar a contagem já em período de compensação.

A equipa leonina fica a aguardar pelo desfecho da partida entre Vizela e FC Porto, na quarta-feira, para conhecer o seu adversário nas meias-finais.

Veja o resumo

De regresso ao banco, Rúben Amorim operou várias mudanças no onze inicial, mantendo apenas Matheus Nunes, Neto e Nuno Santos em relação à derrota nos Açores. O regresso de Pedro Porro era um dos destaques, mas o espanhol ressentiu-se dos problemas físicos durante o aquecimento e foi rendido por Esgaio.

Sem surpresas, o Sporting entrou bem no jogo, encostando a equipa leceira à sua área. Aos 12 minutos, Tabata tirou um adversário do caminho, fez depois uma ‘roleta’ para ultrapassar Henrique e rematou em jeito para o 1-0, com a bola a tocar ainda num defesa do Leça.

A equipa de Luís Pinto tentou responder ao golo sofrido e ainda conseguiu equilibrar ligeiramente a partida, mas a eficácia dos leões prevaleceu. Aos 31’ Ugarte aguentou a pressão de dois adversários, libertou em Tabata e este lançou Matheus Nunes que, na área, disparou para o segundo.

O 2-0 deixou o Sporting mais confortável no jogo, dominando o esférico no meio-campo adversário. Ainda antes do intervalo, Tabata tirou dois jogadores da frente e ameaçou o ‘bis’, mas Gustavo Galil evitou o golo com uma excelente defesa.

Pouco depois, João Virgínia quase comprometia ao sair em falso após canto de Diogo Ramalho. No entanto, a bola bateu nas costas de Ugarte e saiu pela linha de fundo.

A segunda parte começou com uma alteração no lado do Leça, com Luís Pinto a lançar Diogo Rosado, médio que chegou a ser considerado uma promessa da formação do Sporting. Aos 51' Miguel Lopes fez o primeiro remate enquadrado dos leceiros, à figura de João Virgínia. Na resposta, Nuno Santos, já em esforço, falhou o terceiro à boca da baliza.

Os leões continuaram em busca de mais um golo e aos 66' Nuno Santos cruzou de letra e Tabata, de cabeça, atirou pouco ao lado. Na sequência de um canto, Joel Mateus afastou o desvio de Feddal em cima da linha de golo.

Foi já numa altura em que o Leça criava mais perigo que a equipa de Rúben Amorim matou o jogo. Matheus Nunes descobriu Esgaio na direita, o lateral cruzou rasteiro para a zona de penálti e Tabata (80'), livre de marcação, só teve de encostar, bisando na partida. Nos descontos, Nuno Santos fez o 4-0 final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.