O capitão do FC Porto foi muito duro com ele e com a forma como a equipa entrou em campo no jogo com o SC Braga.

"25 minutos horríveis da nossa parte. Não é isso que o míster pede. Nós, jogadores, somos responsáveis, já foi assim contra o Boavista. Tínhamos esse exemplo. Em casa estamos a facilitar muito como grupo. Quando é assim, o Sp. Braga tem boa equipa. Depois correr atrás do resultado, tentar dar a volta a um resultado para o qual nós nos pusemos a jeito, é muito difícil. Não foi isso que o míster pediu. Longe disso. Foi horrível. O que fizemos hoje nos primeiros 25 minutos foi horrível. Depois tentámos honrar o que é estar no FC Porto, mas não chega. Temos de entrar mais forte, ser mais coesos, para não cometer esses erros infantis da primeira parte", começou por dizer Pepe à TVI.

O SC Braga venceu hoje o FC Porto por 3-2, em jogo da segunda mão da meia-final da Taça da Portugal de futebol, e garantiu um lugar na final da competição.

"É difícil. Um dos objetivos que queríamos caiu hoje. Não chegámos à final. Há que levantar, lutar até final, ser mais equipa, entrarmos mais fortes. Não podemos dar essa facilidade jogos após jogos, paga-se caro. Não estamos aqui a brincar, estamos a trabalhar a sério", acrescentou

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.