O Benfica recebe esta terça-feira, a partir das 19h15, o Famalicão, em partida da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. Bruno Lage fez a antevisão do encontro e garantiu que não vai entrar em poupanças, apesar de a partida anteceder um importante encontro para a I Liga com o FC Porto. O treinador das 'águias' avançou ainda que Dyego Sousa, apesar de disponível, não vai jogar.

O facto de esta meia-final se jogar a duas mãos, decididas no espaço de uma semana, não muda a abordagem, assegura Lage.

"Não altera em nada a nossa estratégia. Sabemos que é a duas mãos, mas bom notar que, ao contrário do ano passado, não há tanto espaço entre os jogos, o que é importante. Será fundamental perceber que vamos jogar contra uma equipa competente, pelo seu percurso a nível do campeonato nacional e da Taça. Uma equipa que defrontámos há cerca e um mês e que fez um grande jogo", destacou o treinador 'encarnado'.

Fundamental, para Bruno Lage, é fazer um bom jogo e vencer. "O nosso grande objetivo é, primeiro, jogar bem, vencer, e ir à procura do melhor resultado", frisou.

Em Fevereiro, para além da Taça de Portugal, o Benfica tem o compromisso com o Porto e tem ainda, mais no final do mês, os compromissos dos 16 avos-de-final da Liga Europa com o Shakhtar.

"Todos os jogos são importantes à medida que se avança nas competições. Taça de Portugal é importante porque é a eliminar, Shakhtar é importante porque é a eliminar, jogos do Campeonato são importantes porque valem pontos e para ganhar os campeonatos é preciso pontos. O nosso pensamento tem de ser o de olhar de um jogo de cada vez, para as dificuldades que cada encontro pode trazer e estar preparados para isso", explicou.

Depois desta receção ao Famalicão para a Taça, segue-se um encontro com o FC Porto para o campeonato, mas Bruno Lage nega que vá rodar a equipa, mesmo havendo um segundo jogo para corrigir um eventual resultado menos bom, e recordou a época passada e a eliminação nas meias-finais da Taça às mãos do Sporting.

"Fizemos um excelente jogo com o Sporting, vencemos por 2-1, podíamos ter feito outro resultado e depois na segunda mão foi completamente diferente e acabámos eliminados", recordou.

Por isso, garantiu Lage, não haverá poupanças. "Não vou dar descanso a ninguém. Sobre o Dyego Sousa, o certificado já chegou, mas ainda não vai ser chamado", terminou o treinador das 'águias'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.