Sérgio Conceição analisou a partida em Chaves, que terminou na vitória dos 'dragões' por 2-4. O técnico considera que a equipa cometeu alguns erros individuais na segunda parte que facilitaram os golos do Chaves, abordando também a questão do calendário preenchido do próximo mês.

Competições 

"Tivemos um ciclo de jogos muito exigente depois da pausa das seleções. Foram nove jogos onde era importante passarmos à 'Final Four' no caso da Taça da Liga, de passarmos à próxima eliminatória na Taça de Portugal, na Liga Europa dar uma boa resposta nos dois jogos e tivemos dois jogos muito exigentes, conseguimos ganha-los e passar aos 16-avos de final, tivemos um percalço em Belém onde empatamos um jogo, ou seja foram oito vitórias e um empate que nos deixa numa posição completamente em aberto para todas as competições onde estamos inseridos e é dessa forma que queremos iniciar o próximo ano, com um olhar positivo sobre todas as competições onde estamos inseridos"

Calendário

"Eu penso que não é local para falar disso, podemos falar noutra altura. De qualquer das formas, houve uma reunião entre os treinadores e a Federação, promovida pela Federação, onde a maior parte dos treinadores queriam esta pausa natalícia. Isto quando há pausas atrás de pausas depois os jogos acumulam-se. Para nós, equipa grande que estamos em todas as competições, fica pesado. Mas é o que temos. Eu tambem penso que tenho um plantel que me permite olhar para isso de forma confortável, apesar de queremos sempre mais tempo de descanso entre os jogos até para a promoção do futebol"

O jogo

"Nós entramos muito bem no jogo, fomos bastante eficazes nos primeiros 25 minutos de jogo. Fizemos três golos, deu-me a impressão que baixamos a intensidade na primeira parte e demos continuidade na segunda parte, porque cada vez que aceleramos fizemos o golo. Entretanto já tínhamos sofrido um golo, num ou noutro erro individual porque sentimo-nos confortáveis demais e isso não é bom. Acho que o foco e o respeito pelo adversário tem de ser levado ao máximo, porque depois sujeitamo-nos a sofrer alguns dissabores. Eu não gosto nada de sofrer golos... Eu já disse que prefiro ganhar por 1-0 do que por 4-2. De qualquer das maneiras há coisas que temos de retificar, todos os jogos dão-nos coisas para retificar e a segunda parte deu-nos muitas"

Ricardo Nunes

"Isso é o grande jogo da vida, é exatamente isso. O Ricardo foi meu jogador na Académica, ficámos com uma relação de amizade, nesse momento difícil tive oportunidade de falar com ele e saber da sua situação. Fiquei extremamente feliz ao saber da sua recuperação, essa é que é a grande vitória. E hoje tive oportunidade de o cumprimentar e desejar-lhe a ele e à família um feliz Natal"

Saravia nas Taças 

"Nós estamos inseridos em varias competições cabe-me a mim escolher o melhor onze. O Saravia faz parte do plantel, tem jogado mais nas taças do que no campeonato. Estamos a trabalhar alguns aspetos que têm de melhorar. Ele dá sempre uma boa resposta na sua ambição em fazer aquilo que se pede. Ele tem qualidade e internacional argentino e vamos continuar esse trabalho"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.