O Leixões venceu hoje o Cova da Piedade por 5-4, no desempate por grandes penalidades, após um ‘nulo’ no final do tempo regulamentar, avançado para a segunda fase da Taça da Liga de futebol, na qual defrontará o Marítimo.

Na primeira vez que defrotou a ex-equipa, o guarda-redes Tony foi a figura dos primeiros 45 minutos, parando todas as iniciativas dos locais e, dessa forma, mantendo o 0-0 que, ao intervalo, era lisonjeador para a equipa da margem sul.

Assumindo o controlo do jogo, o Leixões começou a criar perigo aos 12 minutos, por João Pedro, seguindo-se novo remate de Luís Silva (14), ambos travados pelo guardião, antes de um pontapé de bicicleta de João Rodrigues (21) falhar o alvo.

Impecável entre os postes, o guarda-redes brasileiro contou com a ajuda preciosa de Allef, aos 43, a evitar o golo de João Rodrigues, quando a bola estava sobre a linha de baliza, após lance individual na área, segurando segundos depois no solo novo remate de Luís Silva.

No lance de João Rodrigues, os locais reclamaram penálti de Marcos Júnior, que por essa altura já tinha visto um cartão amarelo.

Uma iniciativa de Derick, aos 54 minutos, terminou nas mãos de Tony, respondendo o Cova da Piedade por Cele (70), num remate de fora da área que Ivo desviou, antes de, na área contrária, Zé Paulo (72), da meia-lua, levantar a bola sobre o guarda-redes, mas o remate saiu por alto.

A decisão passou para as grandes penalidades, nas quais Ivo defendeu o pontapé de Allef e, como os colegas mostraram pontaria afinada, foi o Leixões a seguir para a segunda fase.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.