Declarações de António Folha, treinador do Portimonense, à Sport TV, após a derrota com os 'leões' por 4-2.

Explicações para esta derrota: "Foi uma primeira parte excelente da nossa equipa. Podíamos ter dilatado o marcador, tivemos boas oportunidades para isso. Tivemos hipóteses de fazer o 3-1 e tínhamos matado o jogo com aquela oportunidade do Aylton. Não conseguimos, parece que a equipa ficou frustrada, começou a encolher e o Sporting começou a acreditar. Não fomos a equipa que fomos na primeira parte, foi pena, podíamos ter alcançado o resultado que nos permitiria ir à Final Four".

De quem é a culpa por esta derrota? "Claramente a responsabilidade é de todos. Todos juntos trabalhamos diariamente para que as coisas melhorem. O plano estava a funcionar de uma maneira perfeita até o Sporting empatar. Foi pena. O plano demorou tanto tempo a finalizar, o foco tem de ser permanente. Contra estas equipas, os grandes jogadores decidem um jogo. Perdemos, estamos tristes, frustrados e a única coisa que me cabe dizer agora é desejar um bom Natal para todo o mundo".

O Sporting virou, este sábado, uma desvantagem de dois golos para 4-2 e venceu em casa do Portimonense, na terceira jornada da fase de grupos da Taça da Liga de futebol, apurando-se para a 'final four' da prova. Num grupo C em que, além destas duas equipas, também o Rio Ave estava na corrida à fase decisiva, os de Portimão começaram melhor e chegaram aos 2-0, com golos de Jackson Martinez, aos 16, de grande penalidade, e de Mathieu, aos 31, na própria baliza, mas os 'leões' deram a volta ao resultado, através de Vietto (37), Rafael Camacho (77), Gonzalo Plata (83) e Luiz Phellype (90+5).

A virada, que ganhou ainda maior expressão pelo facto de o Sporting ter jogado com menos um toda a segunda parte devido à expulsão, por duplo amarelo, de Bolasie, aos 45, permitiu aos 'leões' ganharem o grupo, uma vez que no outro encontro, o Rio Ave, que tinha assegurada a passagem em caso de triunfo, perdeu na receção ao Gil Vicente por 1-0, golo sofrido aos 90+5, quando Sandro Lima converteu uma grande penalidade.

Na 'final four', a disputar entre 21 e 25 de janeiro, em Braga, os 'leões', campeões nas edições de 2017/2018 e 2018/19, vão defrontar o vencedor do grupo A, a sair do jogo de domingo entre o Paços de Ferreira e o Sporting de Braga, bastando aos 'arsenalistas' o empate.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.