O Benfica tem sido muito fustigado com casos de COVID-19 esta época. Vários jogadores do plantel principal já contraíram o vírus, assim como alguns elementos do staff técnico e médico.

Entre os jogadores, Svilar, Grimaldo, Jardel, João Ferreira, Otamendi, Nuno Tavares, Gilberto, Diogo Gonçalves, Vertonghen, Gabriel, Pizzi, Weigl, Taarabt, Waldschmidt, Seferovic, Gonçalo Ramos, Darwin e Cervi, já testaram positivo para a COVID-19 esta época. O defesa-central Todibo também já foi infetado, em agosto último, quando ainda estava no Barcelona.

Dos futebolistas utilizados esta época por Jorge Jesus, apenas os guarda-redes Vlachodimos e Helton Leite, os defesas Ferro e André Almeida, os médios Chiquinho, Samaris, Everton, Rafa e os avançados Pedrinho e Facundo Ferreyra ainda não forma infetados com o novo coronavírus.

Benfica sem a defesa que atuou no Dragão. Estas são as opções defensivas de Jesus para jogo com Braga
Benfica sem a defesa que atuou no Dragão. Estas são as opções defensivas de Jesus para jogo com Braga
Ver artigo

Da equipa técnica e médica, o Benfica não divulgou quais os infetados mas a imprensa portuguesa avança que João de Deus (treinador adjunto), Pietra (treinador adjunto), Fernando Ferreira (treinador de guarda-redes), Paulo Lopes (treinador de guarda-redes), Mário Monteiro (preparador físico), Márcio Sampaio (recuperador físico), Ricardo Antunes (médico), Rodrigo Araújo (analista), Gil Henriques (analista), Tiago Oliveira (adjunto), Evandro Mota (psicólogo), Telmo Firmino (fisioterapeuta) e Paulo Rebelo (fisioterapeuta) também testaram positivo para a COVID-19.

Até Jorge Jesus chegou a estar em dúvida para o encontro com o SC Braga, mas testou negativo na terça-feira, apesar de ter manifestado sintomas. O presidente do clube, Luís Filipe Vieira, e o diretor técnico, Luisão, também acusaram positivo.

As opções de Jorge Jesus para uma defesa (ainda mais) fustigada

O Benfica entrará em campo esta quarta-feira, diante do SC Braga, com uma defesa totalmente remodelada, face aos casos de COVID-19 que assolam o emblema da Luz.

Entre os 17 casos positivos que o Benfica detetou na terça-feira, encontram-se Waldschmidt, Diogo Gonçalves, Gilberto, Vertonghen e Grimaldo. Esta quarta-feira juntaram-se mais dois defesas na última ronda de testes, Otamendi e Nuno Tavares. Ao todo, seis dos sete infetados são defesas, sendo que Jorge Jesus não tem disponível uma única opção entre os jogadores que foram titulares no setor recuado frente ao FC Porto, no Dragão (1-1).

No lado direito da defesa, o treinador do Benfica não tem outra opção que não seja utilizar João Ferreira na direita, uma vez que André Almeida está lesionado, Gilberto e Diogo Gonçalves estão infetados. O jovem de 19 anos tem sido opção regular na equipa B, mas já foi aposta de Jesus para os duelos com Paredes, da Taça de Portugal, Standard Liège, da Liga Europa, e Vitória de Guimarães, da Taça da Liga (saiu ao intervalo).

Nuno Tavares seria a escolha natural para a ala esquerda, depois do teste positivo de Grimaldo na terça-feira, repetindo a titularidade depois do clássico - no Dragão o espanhol alinhou mais subido no flanco esquerdo. Com a ausência do jovem lateral, Jesus poderá recorrer a Franco Cervi, que chegou a desempenhar essa posição em alguns desafios da pré-época.

No eixo da defesa, face à ausência da dupla titular (Vertonghen e Otamendi), Jorge Jesus terá de optar entre Todibo, Jardel e Ferro. O francês e o brasileiro, de resto, fizeram parceria na goleada por 4-0 sobre o Estrela, para a Taça de Portugal.

De referir que Everton Cebolinha está entre os jogadores do Benfica que já se encontram na Batalha em estágio para o jogo com o SC Braga. Apesar de a mulher estar infetada, o brasileiro integrou a comitiva 'encarnada'.

O encontro entre o Benfica e o SC Braga realiza-se no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, a partir das 19h45, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria. Na final da edição 2020/21, marcada para sábado, já está o Sporting, depois de vencer o FC Porto por 2-1, com dois golos do suplente Jovane Cabral na parte final, aos 86 e 90+4 minutos, ‘anulando’ o tento de Marega, aos 79.

Os jogadores que o Benfica tem à sua disposição:

Guarda-redes: Vlachodimos, Helton Leite, Svilar

Defesas: João Ferreira, Ferro, Todibo, Jardel

Médios: Pizzi, Gabriel, Chiquinho, Samaris, Weigl, Taarabt

Avançados: Pedrinho, Tiago Araújo, Cervi, Darwin Núñez, Rafa, Seferovic, Gonçalo Ramos, Ferreyra

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.