A revista 'Forbes' fez as contas e chegou a uma conclusão: Cristiano Ronaldo vai tornar-se, em 2020, no primeiro bilionário da história do futebol. Ou seja, o primeiro jogador de todos os tempos a chegar aos mil milhões de dólares em ganhos oficialmente contabilizados (há negócios pessoais que não serão do conhecimento da revista).

Cristiano Ronaldo vai tornar-se no primeiro futebolista a chegar aos mil milhões de dólares em ganhos na carreira e apenas no terceiro desportista da história a lograr tal feito.

De acordo com a revista 'Forbes', mesmo com o corte salarial já acertado com a Juventus, o internacional português vai atingir essa fasquia ainda este ano. Recorde-se que o clube de Turim viu perdoado pelos atletas o pagamento de um mês, adiando o pagamento de outros três meses do ano. Ronaldo deverá receber assim, ao todo, em 2020, cerca de 91 milhões de dólares (aproximadamente 85 milhões de euros), suficiente para atingir o número redondo dos mil milhões.

Ainda segundo a 'Forbes', em 2019, Ronaldo terá ganho 102 milhões de euros, 60 deles em salários e prémios de jogo e os restantes provenientes de contratos publicitários e lucros com a marca pessoal.

Os outros dois desportistas que, em toda a história, atingiram os mil milhões de dólares em ganhos foram o golfista Tiger Woods e o lutador de boxe Floyd Mayweather.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.