O plantel de futebol do Bolonha registou hoje “um caso suspeito de covid-19”, que a confirmar-se obrigará a equipa a mudar de procedimentos e a entrar toda em quarentena.

“Pendente de uma investigação mais aprofundada, a equipa, por precaução, retomará quinta-feira os treinos individuais e em horários diferentes, sem usar espaços comuns”, informa o clube da Serie A no seu sítio na internet.

A confirmar-se o positivo, este será o primeiro caso desde que o governo autorizou os treinos de conjunto no futebol transalpino.

“Se o positivo for confirmado, a equipa será isolada em confinamento”, completa a formação italiana, 10.ª classificada da Serie A, liderada pela Juventus, de Cristiano Ronaldo.

A Liga italiana está suspensa desde 9 de março e o seu regresso está previsto para 13 de junho.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Itália, Inglaterra, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 03 de junho. A Liga alemã regressou em 16 de maio.

O número de mortes em Itália é hoje de 32.955, desde a deteção do primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus, em 21 de fevereiro, com o total de pessoas infetadas a atingir os 230.555.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 350 mil mortos e infetou mais de 5,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Cerca de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.