O treino de Cristiano Ronaldo na passada quinta-feira, no Estádio do Nacional da Madeira, foi tema da rubrica de Arturo Diaconale, diretor de comunicação da Lazio, na rádio italiana 'Radiosei'.

Diaconale começou por abordar o novo decreto do governo italiano que impede as competições e os treinos até ao dia 3 de maio.

"O recomeço dos treinos a 4 de maio não é uma derrota para Lotito [Presidente da Lazio], mas a confirmação de que o campeonato é para ser retomado é uma vitória da posição da Lazio. (...) quando Conte [primeiro-ministro italiano] disse que se podiam recomeçar os treinos a dia 3, todos anunciaram que começavam a treinar no dia 4. Há a impressão de existir algum favoritismo", disse, antes de abordar o caso dos jogadores que estão no estrangeiro, nomeadamente o treino de Ronaldo na Choupana.

"Estou a referir-me aos jogadores que estão no estrangeiro que tem a possibilidade de regressar e retomar os treinos, mas com uma diferença: os nossos jogadores ficaram em casa, mas em Portugal vi algumas imagens belissimas de Ronaldo a treinar numa belo campo de futebol. Eles treinaram tranquilamente no estrangeiro, nós não pudemos", explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.